terça-feira, novembro 14, 2006

Dia da Consciência Negra




O que é o dia da Consciência Negra?

Esse dia representa primeiramente o aniversário de ZUMBI DOS PALMARES, o ilustríssimo negro que lutou pelos seus irmãos numa época muito diferente da nossa e bateu de frente com as injustiças humanas, mesmo sendo considerado pela sociedade um animal quadrúpede.

Zumbi dos Palmares, nasceu no ano de 1655 em uma das aldeias do Quilombo de Palmares, foi feito prisioneiro ainda recém nascido, e entregue ao Padre Antônio Melo da freguesia de Porto Calvo, foi batizado com o nome de Francisco, foi coroinha, estudou latim e português, em 1670 fugiu da paróquia para Palmares onde se tornou o grande líder após ter passado por grandes provas de coragem. Era corajoso e tinha grande capacidade de organização e comando, tornou-se um mito entre os negros.

Sua consciência negra o levava a lutar não pela sua liberdade e sim pela liberdade de todos os negros e índios que viviam em Palmares.

Ter consciência negra significa compreender que somos diferentes, pois temos mais melanina na pele, cabelo pixaim, lábios carnudos e nariz achatado, mas que essas diferenças não significam inferioridade.
Ter consciência negra, significa que ser negro não significa defeito, significa apenas pertencer a uma raça que não é pior e nem melhor que outra, e sim, igual.

A nossa maldita mídia sempre transforma um Preto Tipo A num neguinho. A adoção de traços polêmicos no rap torna pública a transformação ocorrida na postura do negro. O negro jovem constrói seu próprio estereótipo; e sua música assume a tensão como alternativa discursiva, negando duplamente a cordialidade construída pelo mito da democracia racial.

O manifesto exige uma indenização pela exploração da mão-de-obra escrava, com vista à aplicação em ações afirmativas como a construção de universidades voltadas para pesquisas das questões étnicas; de uma imprensa de mesma orientação; e um banco que gerasse e gerisse recursos para sua sustentação.
Defende a instalação do "Poder Negro" contrapondo-se às ações integracionistas do negro na sociedade estruturada e regida por brancos, "Poder Branco". Privilegia a busca da africanidade, destacando a importância da experiência da conquista de independência dos países africanos. O conflito étnico não foi resolvido, mas a obscuridade do mito da democracia racial não encontrou acolhida naquela sociedade.

A tensão do enfrentamento não foi assimilada no Brasil. O modelo de negro bem-sucedido entre nós ainda mantém vínculos estreitos com o integracionismo.

Se adequa ao mundo que lhe é imposto pela ideologia do branqueamento, que sustenta a imagem do negro manemolente, sorridente. Era tarefa dos negros lutar por uma adequação material e reconstruir sua identidade. A discussão das questões raciais alcançaram um alto grau de elaboração em nosso país, porém restrita a militantes ou à intelectualidade.

Enquanto população, o negro continua situado no hall da miséria. Poucos ascenderam socialmente; destes, a mínima parte discute ou pratica a Negritude."

Destes negros que ascenderam socialmente, a grande maioria se dá não só pelo talento e inteligência e sim pelo marketing da mídia que se utiliza de um instrumento poderoso, a hipocrisia. Atletas, músicos (generalizando! Já que alguns não sabem nem o próprio nome.), artistas, etc. Isso acontece por que a falta de consciência e articulação gerada pela miséria garante o deslumbramento da sociedade capitalista. Qual moleque negro que não sonha em ser jogador de futebol ou pagodeiro, ter dinheiro e as "mulheres" ao seu redor?

A consciência negra não sugere uma revolução armada, e sim uma mudança de atitude, baseada na informação e articulação das mentes que podem transformar a sociedade.
Os valores são igualdade, justiça e paz.

Há alguns anos, ouvi um grupo de negros fazendo o melhor RAP que representa a consciência negra, uma música chamada "NEGRO LIMITADO" (Racionais MC's), essa letra traduz tudo que tentei escrever, ou seja, antes de se colocar no papel de negro rejeitado e discriminado, o negro precisa se enxergar e ter seus valores, pois cobrar a sociedade é fácil, ter atitude própria e articulação suficiente para exigir seus direitos é diferente.

Justiça, Igualdade, União e Paz, não são esmolas, são conquistas, são nossos desafios.

Outro Negro muito famoso um dia falou: - Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos, no mundo haverá guerra! (Não sei se a frase seria exatamente essa, mas foi o que eu entendi dela).

7 comentários:

Alysson Franklin disse...

Zumbi esta em mim, em vc e em cada um de nos. nossa miscigenia traz cravado em suas entranhas(algumas vezes escritas a sangue) um espelho fiel do passado. Mas a nossa Palmares nao traz a identidade de outrora porque infelizmente, deixamos estas marcas (que me dao orgulho) pequenininhas ali, sem a devida grandeza.

Que o Dia da Consciencia Negra realmente o seja.

Leo D disse...

Belo texto. Por um momento até achei que você fosse um negro enquanto o lia. Notável a sua defesa por bandeiras de Igualdade e de Justiça. Eu mesmo tenho o sangue de negros, já que minha tataravó era negra e chegou a ser escrava. Casou-se e recebeu alforria. No entanto muitos negros não tiveram o mesmo destino. Eis a importância de Zumbi dos Palmares e dessa data memorável.

No entanto combater o preconceito e o erro ainda não é meta de toda a humanidade. Basta ver conflitos de toda sorte, como os do Oriente Médio, os da Ásia e tantos outros no mundo.

Precisamos melhorar.

Sempre.

PretaCris disse...

Dia 20 é dia da Consciência Negra. E em alguns lugares é até feriado. Mais antes de ser um dia para todos eu acredito ser um dia para os negros. Pois eles mesmos, ou melhor, nós mesmos, precisamos ter conciência daquilo que somos e que representamos, para só assim cobrarmos que os outros, os "brancos" tenham consciência de nós, tenham consciência negra. Enquanto ficarmos nos rejeitando, nos menosprezando, agindo com preconceito para conosco, não conseguiremos que eles, os outros, "os brancos" tenham consciência de nós, os negros. Aliás, começo a pensar o que é ser "branco" ou ser "negro" em um país miscigenado... Só tenho uma certeza: somos pessoas e devemos ter respeito umas com as outras. Devemos ter CONSCIÊNCIA!

luh disse...

Acho q primeiramente o Brasil teria q ao menos tentar evitar o preconceito q ainda existe e p mim, fazendo isso, no dia 20 de novembro feriado é uma forma de preconceito, pois alguém já viu um dia da consciencia branca, vermelha, amarela,azul, roxa, etc???
Não ninguem nunca viu, até hj só existem dois dias q são classificados como dias de q são o dia do índio e o dia da consciencia negra, mas o dia do indio ñ é ferido, somente o dia da consciencia negra q é. E não sei se repararam, mas são as duas raças q foram escravos na colonização do Brasil. Por isso afirmo q isso é sim uma forma de racismo!!!

William WWW disse...

Tenho que rebater o comentário da Luh... Creio que ela não tenha lido o cometário da PretaCris. O dia da Consciência Negra serve justamente para desmistificar o fato de que além da divida histórica e cultural que temos para com o negros, que os brancos sejam capazes de compreender e reconhecer que este tipo de pensamento contra a auto-estima do negro seja preconceito. Afinal seria preconceito todo o nosso calendário católico, onde quase metade da população não o é. E no dia 25 do próximo mês, celebremos o aniversário do Cristo loiro de olhos azuis e aguardemos anciosos pelo tal Papai Noel da coca-cola...
Pergunta simples para a Luh, cite três etnias indigenas do Estado que você mora.

Caso a resposta saia de bate-pronto, dou minha cara à tapas. Mas enquanto desconhecemos nossa história e nosso povo, não acho justo tal definição de preconceito, muito menos a destruição da cultura de nossos descendentes africanos que não pediram para viver no Brasil, ao passo que essa hipócrita raça branca a qual descendo, sempre veio pra cá a procura de vida fácil ou fujidos de suas desgraças. Acolhemos todos e torcemos o nariz para aqueles que construiram com sangue e suor toda a riqueza que continua na mão de poucos (principalmente os gringos).

Anônimo disse...

norsa são muito boas as informações
daqui amei saber tudo isso
é legal sempre saber um poquinho mas
zumbi foi um grande lider quilombola e nos temos que conserva essa historia linda que é da cultura africana
beijos a todos e todas...

Anônimo disse...

Gostei muito do blogger,fala sobre historias importantes sobre o BRASIL,vou chamar todos os meus amigos para conhecer.